quarta-feira, 15 de maio de 2013


 
Um garoto  pergunta à mãe:
— Mãe, donde vêm os meninos?
— É a cegonha que os traz!
    E quem come a cegonha?


Perto do Largo do Arouche, em São Paulo, um bebê cai da janela de um prédio.
Uma loira que ia passando pela calçada vê o nenenzinho se precipitando
velozmente em direção ao solo e imediatamente sai correndo em disparada,
colocando-se bem debaixo do bebê, a tempo de ampará-lo em seus braços,
conseguindo assim salvar a criança. A loira é aplaudida por todos que assistiram à
cena. Um senhor não se contém e a elogia:
- Puxa, parabéns! Que reflexo maravilhoso!!!
- E a loira:
- Gostou?!?! é Wellaton!!!



O homem fala para o garçom:
— Garçom, tem uma mosca no meu prato!
E o garçom, distraído:
    E quantas o senhor pediu?

O sujeito entra num boteco e pede um copo de vinho.
— Branco ou tinto? — pergunta o balconista.
— Tanto faz, eu sou cego!
   

Uma senhora estava viúva há quatro anos e nunca mais fez contato com nenhum homem.
A filha, cansada de ver a mãe tão triste, insistiu muito e apresentou-a a um viúvo muito simpático. Os dois acabaram se dando muito bem…
Depois de seis semanas saindo quase todas as noites, eles resolveram ir à praia num fim de semana.
No hotel, ela tira a roupa e fica nua, com exceção de uma minúscula calcinha de renda preta, e diz ao namorado:
- Você pode fazer o que quiser comigo, mas aqui em baixo – apontando para a calcinha – ainda estou de luto.
Foi um balde de água fria no pobre homem.
Na noite seguinte, a mesma história. Ela despe-se e fica apenas com a calcinha de renda preta, de frente para o namorado que está peladão, com uma ereção daquelas, e o bilau coberto por uma camisinha preta!
Ela olha espantada e pergunta:
- Mas o que é isso? Uma camisinha preta?
Ele responde:
Pois é, eu vim dar meus pêsames!