quarta-feira, 2 de janeiro de 2013


 UM CONTO DE FODAS

Era tarde da noite. O caminhoneiro guiava pensando em mulher, no maior "atraso". Ao avistar uma plantação de abóboras, pensou :
- Uma abóbora... hmmmmm... é....macia, úmida por dentro...Hummmmmmmm... Ninguém por perto, ele parou o caminhão, escolheu a abóbora mais redondinha, mais "gostosinha"... deu-lhe um talho no tamanho apropriado e, morto de tesão, iniciou o "serviço" .
Na empolgação, nem percebeu a chegada de uma viatura da Polícia Rodoviária.
 O patrulheiro Desculpe-me, senhor! - mas por acaso o senhor está.. transando com uma abóbora???
O caminhoneiro, assustado:
- Abóbora? Putaquiuspariu! Já deu meia-noite? Cindereeela! CINDEREEEEEEELA! CADÊ VOCÊ MINHA NEGA !


PENSAMENTOS PROFUNDOS


O amor não é aquilo que te pega de surpresa e te deixa totalmente sem ar. O nome disso é asma.
 
O amor não faz brotar uma nova pessoa dentro de você. O nome disso é
gravidez.

ABERTURA
O amor não torna as pessoas mais bonitas. O nome disso é álcool.

Se beber fosse pecado, Jesus teria transformado água em Fanta Uva !

Se você não quer ouvir reclamações, trabalhe no SAC de alguma empresa fabricante de paraquedas.

Leio a Playboy pela mesma razão que leio a National Geographic: Gosto de ver

Dizem que a bebida resolve todos os problemas. Pra mim ainda não resolveu, mas eu sou brasileiro e não desisto nunca!

As melhores crianças do mundo são as japonesas. Estão a 20 mil quilômetros de distância e quando estão acordadas eu estou dormindo.

Se acupuntura adiantasse, porco-espinho viveria para sempre.


Se você se lembra de quantas bebeu ontem, então você não bebeu o bastante.


 A irmã do Joãozinho menstruou .

 
Mariazinha, a irmã do Joãozinho, estava tendo a sua primeira e precoce menstruação,  aos nove anos de idade.
Em desespero, prestes a chorar, pede auxílio ao irmão já que a mãe não está em casa.
- Joãozinho, Joãozinho, socorro, me ajuda!
- O que foi?!?!?!
- Olha só!!! Estou sangrando!!! Não sei por quê... 
 Joãozinho, muito prestativo, abaixa-se diante da irmã para examinar o local
do "evento".
Após alguns instantes de detida análise, do auge de sua experiência de
quase 7 anos de idade, declara apavorado: 

- Puta que pariu ! Teu pinto caiu !!!!

Batizados de Capeta e Bocêta


Escolhendo bem o Nome dos Bebês
Uma certa mulher na sala de parto prometeu a si mesma que o primeiro nome que gritasse na hora da dor seria o nome do filho dela.
Sentindo muita dor durante o parto, a mulher gritou:
- Ai “Capeta”!!
E o nome do filho, pobre menino, dela ficou sendo esse.
Algum tempo depois estava grávida novamente, e fez a mesma promessa da ultima vez.
No parto, novamente com muita dor gritou:
- Ai “Boceta!!
E a infeliz filha assim foi batizada.
Alguns anos depois, todos estavam se arrumando para ir a igreja, e o filho dela resolveu ir na frente. Chegando lá o pastor começa a falar:
- Sai “Capeta”! desaloja!, Sai “capeta!”
O menino (o Capeta de batismo) saiu chorando, então o pastor foi atrás dele e perguntou:
- Por que você esta indo embora, meu filho?
- Porque o senhor que mandou! – respondeu o garoto.
- Me diga qual é o seu nome? – continua o pastor.
- Ora, meu nome é “Capeta”. –diz o garoto.
E o pastor assustado com aquilo esconjura e pergunta:
- Cadê sua mãe, que eu quero falar com ela?
Rapidamente o menino responde:
- Ela tá atrasada. Ficou lá em casa penteando o cabelo da “Boceta”!